OFICINA DE AVALIAÇÃO DE DEMANDA PARA O SISTEMA CICLOVIÁRIO DE JUIZ DE FORA

Preencha o formulário de inscrição

Confirme sua presença no evento do Facebook

A Oficina de Ciclorrotas tem como objetivo traçar a demanda de rotas cicláveis da cidade de Juiz de Fora através da participação popular. Ciclistas urbanos vão traçar em um mapa as rotas que realizam com mais frequencia e também aquelas que gostariam de realizar.

Após todos os participantes marcarem suas rotas, vamos sobrepô-las no mapa e as linhas mais marcantes servirão como base para a proposta de Mapa de Ciclorrotas de Juiz de Fora, que será entregue à SETTRA.

Oficina de Ciclorrotas no Rio de Janeiro

Oficina de Ciclorrotas no Rio de Janeiro

A iniciativa surgiu de um workshop com a ONG Transporte Ativo(TA) do Rio de Janeiro que realizou a atividade para desenhar o Mapa de Ciclorrotas do centro do Rio.
Toda a metodologia utilizada é embasada no sistema empregado por eles e ainda contaremos com a presença de um dos coordenadores da TA.

O objetivo é conhecer os caminhos mais ciclados da cidade, condensá-los em um mapa que será entregue para a SETTRA, que de posse deste material, terá como realizar medidas para que essas vias sejam mais seguras e confortáveis para os ciclistas.

Buscamos três perfis principais de pessoas.

1) O ciclista que utiliza a bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia
2) Aquele que já pedala por esporte/lazer e gostaria de utilizar a bicicleta como meio de transporte
3) Aquele que não pedala, mas gostaria de pedalar

A oficina será no dia 28/02 no Centro Cultural Bernardo Mascarenhas, das 14h às 18h, onde teremos uma apresentação do projeto, mostrando como funciona o processo a todos os envolvidos, com exemplos do Rio de Janeiro.

Após a apresentação, será feita a dinâmica, onde dividiremos os participantes em grupos que vão traçar suas rotas sobre os mapas disponíveis.

Vamos disponibilizar um lanche para os participantes durante a tarde.

Uma opinião sobre “OFICINA DE AVALIAÇÃO DE DEMANDA PARA O SISTEMA CICLOVIÁRIO DE JUIZ DE FORA”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *